:Blog DW Brazil:

Falta de dinheiro leva brasileiro a procurar destinos que permitem trabalho

Postado por em 25/out/2011 - Sem Comentários

A combinação de trabalho e estudo pode ser a saída para quem planeja estudar no exterior e não tem dinheiro suficiente para pagar todas as despesas. Alguns países permitem que estrangeiros com visto de estudante trabalhem enquanto estudam. É o caso da Austrália e da Irlanda. Essas nações lideram o ranking das mais procuradas pelos brasileiros que precisam ganhar dinheiro enquanto estudam.

O compromisso de encontrar um emprego no país estrangeiro é do estudante. Algumas instituições de ensino e agências oferecem suporte, indicando entrevistas, mas, mesmo assim, não isenta o aluno da responsabilidade. Por isso, para ingressar em território australiano  ou irlandês é preciso comprovar condições financeiras, até como garantia para seguir os estudos e lidar com os imprevistos.

Entre as opções de emprego, há os estágios em diferentes áreas de conhecimento, como administração de empresas, economia, marketing, webdesign, biologia e engenharias. Também há o que no Brasil é considerado subemprego, como vagas de garçom, camareiro, cozinheiro, atendente de lojas, caixa de lanchonetes, recepcionista e outras funções do setor de serviços.

Mesmo sendo mais flexíveis do que outros países de língua inglesa, Austrália e Irlanda têm rígidas regras de imigração. O governo australiano permite que estrangeiros matriculados em cursos de no mínimo 14 semanas trabalhem durante meio período. Para exercer qualquer atividade remunerada na Irlanda é preciso estar matriculado em programas com duração mínima de 25 semanas.

A matrícula não é a única garantia para conseguir a liberação de trabalho. A fiscalização em relação à freqüência na escola costuma ser intensa. Os estudantes precisam ter 80% de participação nas aulas para manter o visto e permanecer no país.

Fonte: UOL - http://noticias.uol.com.br/educacao/cursosnoexterior/aupair.jhtm



0 Comentários

Deixe o seu comentário!