:Blog DW Brazil:
Arquivo de outubro de 2011

Estágio remunerado no Canadá

Postado por admin em 31/out/2011 - Sem Comentários

Em Cumbica, malas terão de ser devolvidas em até 18 minutos

Postado por em 28/out/2011 - Sem Comentários

O passageiro que desembarcar no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo), deverá receber suas bagagens em 12 minutos nos voos domésticos e em 18 minutos nos internacionais, a partir do ano que vem.

A meta, que prevê sanções às empresas que descumprirem o prazo, foi definida há um mês pelo Comitê de Facilitação de Voos, órgão dentro da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) que inclui a Infraero (estatal que administra aeroportos) e a Aeronáutica.

O tempo determinado vale da parada do avião à chegada da bagagem na esteira. Hoje, um passageiro chega a aguardar mais de uma hora pela mala em Cumbica. Mas, em média, a demora é de 20 minutos em voos domésticos e de 30 nos internacionais, segundo a Infraero.

Fonte: Folha de São Paulo- 24/10/2011 –http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/995504-em-cumbica-malas-terao-de-ser-devolvidas-em-ate-18-minutos.shtml

Sem exageros nos “all inclusive”

Postado por em 27/out/2011 - Sem Comentários

Veja algumas dicas de conduta para quem vai se hospedar com esse sistema

Aproveitar a viagem sem ter de colocar a mão no bolso ou se preocupar com o preço do jantar ou a conta do bar. Afinal, tudo isso está incluído no valor pago antes de sair de casa. Esse é o grande atrativo do sistema “all inclusive”, criado nos anos 1970, mas que só agora se popularizou no Brasil, com o crescimento da oferta de resorts e navios. “É, sem dúvida, uma facilidade para o cliente, que pode aproveitar mais suas férias sem ficar o tempo todo fazendo contas”, afirma Davi Malagelada, diretor do hotel Iberostar Praia do Forte, na Bahia.
Mas comprar um pacote de férias com esse benefício não significa ter de comer e beber todas, como se o mundo fosse acabar. Comedimento – e educação – são regras que não podem ser esquecidas.

Confira algumas dicas para não deixar a impressão de que você faz parte da turma daquele ditado, “quem nunca comeu melado, quando come…”.

1- Evite desperdícios. É preferível ir várias vezes ao bufê a fazer montanhas de comida no prato. Essa pequena caminhada pode contar na sua cota de exercícios diários.

2- O mesmo vale para bebidas. Para que pedir um balde com cervejas de uma só vez, se você pode pedir quantas quiser, vindas direto da geladeira?

3- No bufê, pegue porções pequenas. Assim você terá a chance de provar um pouco de tudo e ainda experimentar novos sabores sem exagerar.

4- Sim, a cerveja, a caipirinha, o vinho e até o espumante são “de graça”, mas isso não significa que eles vão acabar. Evite misturas e exageros. Aproveitar não é sinônimo de ficar bêbado.

5- Respeite seu limite. Isso vale para bebidas alcoólicas e comidas. Afinal, você não quer incluir uma passagem pela enfermaria em suas lembranças de viagem, certo?

6- Se um atendente se recusar a lhe servir bebida alcoólica, pense duas vezes antes de fazer escândalo. Ele pode estar lhe fazendo um favor.

7- Não saia do restaurante carregando estoques de comida. Sempre haverá um restaurante ou bar (ou ainda o room service) funcionando para você pedir o que quiser, a qualquer hora do dia ou da noite.

8- Você pode terminar seu drinque a caminho do quarto ou comer um petisco à beira da piscina. Só não vale deixar rastros.

9- Copos, talheres, pratos, toalhas e objetos de decoração não estão inclusos nas diárias.

10- Bebidas e petiscos do frigobar podem estar incluídos para consumo durante a hospedagem, mas nem pense em colocar na mala só porque sobrou. O mesmo vale para as papinhas e caixas de leite da copa infantil.

11- As “amenities”, isto é, aquelas miniaturas de xampu, creme e sabonete que estão no banheiro, são mimos do hotel aos hóspedes. Estas sim podem ser levadas de recordação. Toalhas e roupões, não.

12- Aulas de dança, ginástica e ioga também estão incluídas nos pacotes. Aproveite. Isso tira um pouco o foco da abundância de comida e ajuda a equilibrar a balança

Fonte: IG -http://turismo.ig.com.br/manual-do-viajante/dicas/sem-exageros-nos-all-inclusive/n1597203224885.html

Falta de dinheiro leva brasileiro a procurar destinos que permitem trabalho

Postado por em 25/out/2011 - Sem Comentários

A combinação de trabalho e estudo pode ser a saída para quem planeja estudar no exterior e não tem dinheiro suficiente para pagar todas as despesas. Alguns países permitem que estrangeiros com visto de estudante trabalhem enquanto estudam. É o caso da Austrália e da Irlanda. Essas nações lideram o ranking das mais procuradas pelos brasileiros que precisam ganhar dinheiro enquanto estudam.

O compromisso de encontrar um emprego no país estrangeiro é do estudante. Algumas instituições de ensino e agências oferecem suporte, indicando entrevistas, mas, mesmo assim, não isenta o aluno da responsabilidade. Por isso, para ingressar em território australiano  ou irlandês é preciso comprovar condições financeiras, até como garantia para seguir os estudos e lidar com os imprevistos.

Entre as opções de emprego, há os estágios em diferentes áreas de conhecimento, como administração de empresas, economia, marketing, webdesign, biologia e engenharias. Também há o que no Brasil é considerado subemprego, como vagas de garçom, camareiro, cozinheiro, atendente de lojas, caixa de lanchonetes, recepcionista e outras funções do setor de serviços.

Mesmo sendo mais flexíveis do que outros países de língua inglesa, Austrália e Irlanda têm rígidas regras de imigração. O governo australiano permite que estrangeiros matriculados em cursos de no mínimo 14 semanas trabalhem durante meio período. Para exercer qualquer atividade remunerada na Irlanda é preciso estar matriculado em programas com duração mínima de 25 semanas.

A matrícula não é a única garantia para conseguir a liberação de trabalho. A fiscalização em relação à freqüência na escola costuma ser intensa. Os estudantes precisam ter 80% de participação nas aulas para manter o visto e permanecer no país.

Fonte: UOL - http://noticias.uol.com.br/educacao/cursosnoexterior/aupair.jhtm

Aprenda inglês na Europa

Postado por admin em 24/out/2011 - Sem Comentários

Que tal aprender espanhol nas férias?

Postado por admin em 19/out/2011 - Sem Comentários

Gastronomia na Suíça

Postado por admin em 18/out/2011 - Sem Comentários

Estudar na França

Postado por admin em 17/out/2011 - Sem Comentários

Confira nossos cursos

Postado por admin em 13/out/2011 - Sem Comentários