:Blog DW Brazil:

10 Motivos para viajar sozinho

Postado por admin em 11/mar/2014 - Sem Comentários

Muitas pessoas não se sentem confortáveis ou têm medo de viajar sozinhas. Umas por questões de segurança. Outras por acharem que não irão se divertir tanto quanto acompanhadas. Dez das centenas de razões para se viajar sozinho são:

1. Você pode ir aonde quiser. Às vezes é dificil decidir o próximo destino, mas, quando você está viajando sozinho, pode tomar a decisão que quiser e escolher a próxima aventura, sem decepcionar a outra pessoa que gostaria de ir para outro lugar diferente do seu.

2. Você pode fazer o que quiser. Se você estiver viajando na companhia de outra pessoa, sempre a preferência de atividades e passeios vai ser diferente.

3. Você pode comer onde quiser. Algumas pessoas tendem a ser mais liberais e experimentais com pratos típicos da região e outros se inclinam a pedir famoso filé com fritas.

4. Você não tem que ouvir a reclamação dos outros. Quando se está sozinho, você não tem que ouvir outra pessoa reclamando que a fila para determinada atração está longa, que o prato pedido está demorando, que não está a fim de ir para determinado destino ou que está cansado e quer voltar pro hotel.

5. É mais fácil conhecer pessoas. Ao viajar sozinho, uma das coisas mais interessantes é conhecer pessoas de diferentes culturas e lugares do mundo, fugindo um pouco dos seus mesmos amigos de trabalho ou infância.

6. Você pode fazer a bagunça que quiser em seu quarto, não ter pressa em sair do banheiro, pode acordar na hora que quiser e sair quando bem entender.

7. Você pode viajar e andar na sua velocidade. Constantemente ajustar seu ritmo ao de outra pessoa não é divertido.

8. Você pode dormir até tarde ou acordar cedo. Um pássaro adiantado e uma coruja da noite viajando juntos não combinam.

9. Você pode mudar de ideia e destino a hora que quiser. As melhores aventuras são aquelas que surgem de repente.

10. O sentimento de realização que você ganha durante e depois de uma viagem sozinho é muito gratificante.

E agora, depois desses 10 motivos, você ainda tem receio de viajar sozinho?

NOVA ZELÂNDIA – Um destino cheio de surpresas !

Postado por Dw Brazil em 25/nov/2013 - Sem Comentários

NOVA  ZELÂNDIA

 Nova Zelândia

O governo da Nova Zelândia autorizou as instituições educacionais que estão dentro das normas de qualidade exigida, a receberem estudantes brasileiros, com permissão de trabalho durante o período do curso. Para que o brasileiro seja aceito, é preciso estar matriculado num curso de inglês ou profissionalizante ou universitário de no mínimo 4 meses e ter o visto de estudante. Não é mais preciso provar que tem nível inglês intermediário.

Nova Zelândia I

É mais uma opção para o estudante que quer estudar fora mas não tem resursos finaceiros para se manter no país enquanto estuda. Essa opção já existe na Austrália e na Irlanda. Agora, com mais essa possibilidade, vai viabilizar aquele sonho que estava guardado e esperando uma oportunidade,  que na Nova Zelândia, com custos reduzidos, se tornará possível.

Nova Zelândia XVI

De clima temperado, a Nova Zelândia com uma população de 4,433 milhões (2012), se localiza no sudoeste do Oceano Pacífico e é considerada como parte da Polinésia. Faz parte também da Oceania. A capital é Wellington que localiza no  sul da Ilha do Norte. Seu centro financeiro mais importante é Auckland, situada ao norte da Ilha do Norte.

Nova Zelândia XVIINova Zelândia XI

A cultura neozelandesa, teve evolução desde os primórdios quando ainda eram somente os indígenas (Maoris) que habitavam o país, até que chegaram os europeus. A originalidade nas artes, música, dança e teatro se tornaram tão famosas que hoje já têm prestigio internacional.

Nova Zelândia Taupo

O regime politico é a  democracia parlamentar independente. O país é oficialmente uma monarquia constitucional, da qual o Chefe de Estado titular é a rainha Elisabeth da Inglaterra, que é representada pela Governadora-Geral.

Nova Zelândia VI

O terreno variado e o formato longo e afinado do país criam diversas condições climáticas, de subtropical e quase continental. As condições climáticas variam muito. Como em São Paulo, o dia pode ter as 4 estações  e muitas vezes, não sabemos com  que roupa sair de casa.

 Nova Zelândia VII

O vizinho mais próximo é a Austrália, a 3 horas de avião. Esse isolamento geográfico faz com que várias espécies nativas de plantas e pássaros sejam encontradas somente na Nova Zelândia – inclusive a famosa ave não voadora chamada kiwi.

Nova Zelândia XXIII

Nova Zelândia XIV

A Nova Zelândia é famosa por seus ambientes naturais, mas os neozelandeses estão entre os povos mais urbanizados do mundo. Cada região tem suas peculiaridades naturais, sua paisagem e suas características próprias, e todas as vilas e cidades têm algo de diferente para oferecer.

NZ 5

As principais cidades são Auckland, Hamilton, Palmerston North, Wellington (a capital), Christchurch  e Dunedin (região de Otago).

 Nova Zelândia Bungee-Junp

A Nova Zelândia é famosa internacionalmente  por sua beleza natural e seus esportes radicais.

Nova Zelândia IV

 

Para quem gosta de emoções fortes e aventuras como a prática de Bundee-Jump, Skydive, Rapel, Lancha com manobras super radicais, Montanhismo, Escalada em pedras, Balonismo, Parapente, Paraquedismo, etc..  O turismo é uma grande indústria que atua todo o ano, o que é ótimo para alunos que buscam excelentes atividades recreativas e novas experiências.

Nova Zelândia X

Veja só essa experiência e pense se você é capaz de se aventunar nela:

Passeio Triplo, que consiste em sair voando de helicóptero por dentro de um vale estreito, fazendo curvas de assustar defunto, até pousar no cascalho seco na beira de um rio. De lá, veste-se o traje apropriado para descer as corredeiras do dito cujo em balsas infláveis. Após uma congelante guerra de água gelada entre as balsas, o encharcado turista, despenca por diversas cachoeiras, como se estivesse treinando para um rodeio. Ao deparar-se com um rio sem saída, o duvidoso turista nota que a única saída é por um túnel na rocha, com mais de 170 metros de comprimento, e em declive. Ao ver a luz no fim do túnel, o obscuro turista nem imagina que irá ser projetado como uma bala para fora, por cima de uma cachoeira, com a balsa repousando tranquila, em margens plácidas. Tudo estilo Indiana Jones. Mas espere que ainda tem mais…Após vestir roupas secas, o enxuto aventureiro, sai a 100 km por hora em uma lancha especialmente construida para andar em rios com 2 palmos d’água, fazendo curvas em alta velocidade, e passando a uns milímetros das gargantas apertadas do desfiladeiro. Como se isso não bastasse, o hábil piloto desvia

de pedras e bancos de areia que surgem de repente, na frente da embarcação, com a consequência de provocar olhos esbugalhados nos eletrificados turistas. A aventura acaba com a lancha efetuando um giro de 360 graus no seu próprio eixo (foto), tirando urros dos descabelados turistas. Já em terra firme, um espetacular churrasco de salsicha no pão é oferecido como cortesia, para acalmar seu coração.(Portal Oceania).

 Nova Zelândia VIII

A Nova Zelândia é uma sociedade verdadeiramente multicultural que oferece um ambiente acolhedor para todas as religiões.

Os cristãos são a maioria e as principais religiões são: Anglicana,o Presbiterianismo, Catolicismo, Metodistas e outras igrejas protestantes.

A religião é considerada uma questão de opção pessoal e leis de direitos humanos garantem que não haja discriminação. As principais cidades têm igrejas, templos, mesquitas, sinagogas e outros centros de devoção.

Nova Zelândia XIX

A culinária é simples e se resume numa carne regada com  um molho caseiro acompanhada de legumes cozidos ou assados. A carne pode ser de cervo ou boi alimentados em pasto. Laticínios, frutas e legumes são abundantes e baratos.

Os locais para refeições variam de lanchonetes informais e restaurantes formais mais dispendiosos. Você está sempre perto de uma loja de comida ‘para viagem’ de peixe com batatas fritas – uma tradição nacional que perdura.

 Nova Zelândia I

Se você for menor de 18 anos, não poderá comprar bebida alcoólica. Os supermercados vendem bebida e podem pedir para ver seu passaporte ou sua carteira de habilitação para verificar sua idade. Dirigir embriagado é um delito grave e a polícia faz testes de “bafômetro” aleatórios.

Nova Zelândia XXI

A sociedade multicultural da Nova Zelândia se reflete na variedade de restaurantes étnicos em nossas cidades. Os shoppings nos subúrbios têm praças de alimentação – áreas onde você pode experimentar vários pratos por preços bem razoáveis. Os mercados de fim de semana são um ótimo lugar para encontrar legumes e verduras asiáticos e outros ingredientes étnicos.

Nova Zelândia XIII

Os supermercados são os lugares mais baratos para se comprar gêneros alimentícios. A maioria dos supermercados fornece bolsas plásticas, mas alguns deixam isso por sua conta. A maioria dos supermercados tem uma seção de produtos orgânicos. Existem também lojas especializadas com um farto estoque de Demeter, Bio Gro e outras marcas orgânicas. A maioria das cidades tem mercados de fim de semana com frutas, legumes e verduras.

 Nova Zelândia XVIII

MALTA – Um país a ser visitado – Aqui Vale a Pena !!!

Postado por Dw Brazil em 25/out/2013 - Sem Comentários

MALTA

A Ilha de Malta  compõe a Republica de Malta,  formada por 5 ilhas. Malta é  a maior delas e está localizada na Europa,  no meio do Mar Mediterrâneo, ao sul da Itália e ao norte da África. Faz parte da comunidade européia.  Desempenhou um papel importante nas lutas pelo domínio do Mediterrâneo e nas relações entre as culturas européias, norte-africana e do Oriente Médio. Malta um dos menores países do mundo e um dos mais densamente povoados. Tem apenas 316 Km. A Ilhas habitadas são: Malta, Gozo e Comino.

Malta 12

Sempre tive muita vontade de conhecer Malta. O que me chamou a atenção foi o fato de que os estudantes que escolhiam esse destino para estudar inglês, voltavam encantados com o país. Na verdade eles voltavam apaixonados pela paisagem, pela história, pelo povo que é muito hospitaleiro  e pelo mar, o  lindíssimo mar mediterrãneo que é de um azul de tirar o fôlego.

Malta 2

Quando surgiu a oportunidade em maio de 2011, não deixei de aproveitar.

Fiz 2 semanas de curso de inglês na EC + 2 semanas do programa 50+. Os 2 programas me ajudaram muito a melhorar minha fluência na língua.

A primeira língua do país é o  maltês e a segunda é o inglês. Todos falam o inglês fluentemente.

SAM_1213

No programa 50+, o grupo era formado de homens e mulheres, todos da Europa e países da Scandinávia e eu claro da América Latina. O número das mulheres era bem maior. Como todos sabem, as mulheres, atualmente, estão atuando em quase todos os campos e na maioria das vezes em número bem maior que dos homens. Ninguém segura mais as mulheres !

Todas as tardes tínhamos uma programação liderada por uma guia muito simpática e pacienciosa conosco. Fizemos passeios incríveis, conhecemos as histórias de pessoas importantes que fazem parte do passado de Malta.

SAM_1206

Fomos a um dos mais antigos restaurantes de Malta e ouvimos uma boa música folclórica acompanhada da comida típica maltesa e um bom vinho artesanal. Tudo de bom !

 

SAM_1553SAM_1558

O que eu mais gostava de fazer era caminhar por esse calçadão que  leva para Sliema, uma cidade muito gostosa, com lojas lindas, roupas e presentes de encher os olhos e esvaziar seu bolso. Em Sliema tem um porto de embarcação para outras ilhas e você pode comprar os tickets minutos antes de iniciar seu passeio de barco. Tem também muitos restaurantes de frente para o mar com comidas, doces e sorvetes deliciosos…

 

SAM_1303                      SAM_1310

No meu grupo tinha pessoas com os mais variados objetivos. Alguns precisavam fazer reciclagem no inglês para o trabalho, ou apenas para se comunicar socialmente, ou estavam apenas tirando umas férias. O grupo era muito heterogênio e formaram-se os grupinhos, cada um com seus interesses comuns.

 

As casas de famílias são muito confortáveis e as refeições são preparadas com muito carinho pelas donas de casa que recebem os estudantes. Estávamos sempre ouvindo elogios dos alunos quanto ao homestay.

 

Todas as casas de família pertencem a pessoas da classe média e o aluno tem um quarto confortável para fazer suas lições e estudar.

Para aqueles que querem mais privacidade podem contar com inúmeraas residências estudantis, porém  não terá muito conforto. Poderá optar também por hotéis.

SAM_1585

SAM_1579

 

 

 

 

 

 

A vantagem de uma casa de família é que pela manhã você já tem o café na mesa te esperando e você não precisa pensar no que fazer para o jantar. É só sentar-se e se servir.

Minha host mother era a Dona Stella. Ela cozinhava divinamente. Todas as noites ela me esperava para o jantar com um vinho delicioso ou eu levava o vinho que é muito bom e barato. Com apenas 5 euros você comprava vinhos italianos excelentes. Aí ficávamos conversando por muito tempo, ela me contava passagens interessantes da vida dela e eu falava um pouco de mim e do Brasil. Falava somente coisas boas do Brasil. As ruins não precisamos espalhar…….

 

SAM_1587SAM_1583

Como Malta é uma ilha pequena, a maioria das ruas tem saída para o mar. Isso me encantou muito. Você estava, por exemplo no centro em Walletta que é a Capital, andando pelas ruas, quando chega no final dela, dava de encontro com o mar.

Malta 3

Malta 5

 

 

Malta 6

Gozo que é a segunda maior ilha do Arquipelago de Malta. Essa Ilha tem 30.750 habitantes e 67 km2 de extensão.

O interessante nessa ilha é que os moradores identificam suas casa não só com números, mas também com os nomes dos proprietários ou nomes de santos ou mesmo com nomes de cidades.

Em uma das vilas de Gozo, visitei o Santuário Ta’Pinu. A Basílica de Ta’ Pinu é um dos locais mais visitados na ilha de Gozo, não só pelos habitantes de Malta mas também por muitos turistas. Lá dentro, vai poder contemplar a maravilhosa arquitetura e testemunhar a devoção dos Malteses, expressa em artigos como capacetes, gessos, fotos ou babygrows pendurados nas paredes como oferendas de promessas atendidas pela Nossa Senhora de Ta’ Pinu. Sua origem é desconhecida, mas os primeiros registros datam de 1534.

Malta 15 (2)
A Gruta Azul ou Blue Grotto, nome dado por um soldado britânico por considerar muito semelhante a Grotta Azzuzza em Capri.
É um destino que não pode faltar na viagem a Malta. Está localizada perto de Zurrieq a sudoste de Malta.
As águas são de um azul intenso e cristalino, outras vezes, são verdes claras refletindo as cores dos corais. É uma visão fantástica. É uma área famosa pelas costas rochosas onde há atraentes grutas formadas naturalmente pela ação das águas , Hoje existem 6 grutas, sendo a Gruta Azul a maior e a mais encantadora. Para se chegar no local é preciso pegar um barco.

Malta 7

 

Ouvia falar  muito do nascer do sol em Malta e numa manhã, levantei-me bem cedinho e fui para beira do mar, esperar esse momento mágico, onde nos emocionamos com a grandiosidade desse Universo, que nos proporciona essa encantadora beleza que faz nascer uma alegria interior tão grande, nos convencendo de que vale muito a pena viver.

 

Malta 9

 

SAM_1505

Malta produz apenas 20% das reservas alimentares que consome, tem recursos de água potável limitados e nenhuma fonte de energia doméstica. É uma economia dependente das importações, sendo que a manufatura eletrônica e têxtil e o turismo são as suas principais fontes de rendimento.

Malta 14

Interessante? Entre em contato com um dos agentes da DW Brazil e planeje a sua próxima viagem.

Se gostou, mande mais sugestões nos comentários abaixo, quem sabe você não descobre um pouco mais?

 

 

ATACAMA – visite esse lugar – Aqui Vale a Pena !!!

Postado por Dw Brazil em 10/out/2013 - Sem Comentários

Atacama: ataque este lugar nas suas próximas férias!!! Aqui Vale a Pena !!!!

 Atacama 1

Tente colocar em um pequeno pedaço do planeta Terra: areia, águas termais, formações rochosas, oásis, vulcões, lagunas de água doce, lagunas salgadas, pequenos vilarejos, gêiseres e sal, muito sal! Adicione ainda lhamas, flamingos, vicunhas e uma variação térmica de 30ºC entre o dia e a noite, tudo isso no deserto mais seco do mundo. Difícil imaginar? Pois este é o Deserto do Atacama!

 Atacama 2

Dica: Não saia do hotel sem água!

 Atacama 3

 

Este lugar mágico fica localizado no norte do Chile, nosso (quase) vizinho. Onde também foram encontradas as múmias mais velhas do mundo, já registrado.

O Atacama é uma das regiões com maior número de telescópios do mundo. Muitas das mais importantes descobertas da astronomia foram feitas graças a telescópios instalados lá, como o La Sila. Em 2011 foi inaugurado, o Atacama Large Millimeter Array que possui 66 antenas, e juntas, funcionam como um único radiotelescópio gigantesco. Hoje, é considerado o maior projeto de astronomia existente na terra!

 Atacama 4

 Atacama 5

Entre 1570-1971 não foi registrado nem uma gota de água, que tenha caído do céu (Record em todo o mundo – foram 401 anos de seca). Já em 2011, choveu um pouco mais que o esperado (apesar da umidade ser quase zero naquela região), o que resultou em 200 espécies diferentes de flores, cobrindo toda a areia.

 

 Atacama 6

O que uma chuvinha não faz no deserto mais seco da Terra, hein?!?

 

Interessante? Entre em contato com um dos agentes da DW Brazil, e planeje já a sua próxima viagem.

Se gostou, mande mais sugestões nos comentários abaixo, quem sabe você não descobre um pouco mais?

 

 

 

O QUE O VOLUNTARIADO PODE FAZER POR VOCÊ – Aqui Vale a Pena

Postado por Dw Brazil em 04/out/2013 - Sem Comentários

O que o voluntariado pode fazer por você?

A reabertura do programa de voluntariado da FIFA para a Copa do Mundo de 2014 no início do mês de setembro reascendeu a discussão sobre o papel do voluntariado e os benefícios deste tipo de trabalho para quem opta por ele. A ideia de ser voluntário implica em fazer algo em prol de alguém, grupo ou causa sem receber nenhum tipo de recompensa financeira por isso, mas muita gente acaba por entender a partir desta premissa que, não havendo lucro monetário, não há nenhum tipo de ganho para o voluntário neste processo. Grande engano!  Veja a seguir como o voluntariado pode melhorar suas chances no mercado de trabalho, ampliar sua rede de contatos e ajudá-lo a aprender ou a melhorar suas habilidades num idioma estrangeiro.

Vantagens do Voluntariado

Voluntariado

Independente da atividade, voluntariado é coisa séria e exige compromisso

 

A principal, vantagem do voluntariado é o ganho de experiência. Embora quem deseje defender uma causa ou ajudar a manter uma instituição não costume fazer distinção entre o hall de funções disponíveis, é possível conciliar ideologia e trabalho voluntariando-se em sua área de formação ou estudos para adquirir mais experiência. O trabalho voluntário para muita gente serve como uma primeira experiência para constar no currículo e permitir uma entrada mais rápida no mercado de trabalho, mas atividades deste tipo também podem ajudar num processo de reciclagem profissional, para quem deseja especializar-se numa área específica e  aumentar suas possibilidades de progresso profissional. Além disso, a disponibilidade em realizar um trabalho voluntário afirma a imagem do profissional como alguém comprometido com aquilo que faz independente do retorno financeiro.

Quem tem interesse em ser voluntário deve apenas ter em mente que este tipo de trabalho incorre nas mesmas obrigações de qualquer outro, sendo fundamental o compromisso e respeito em relação à atividade realizada e à instituição junto à qual se presta o serviço.

Voluntariado no Exterior

 Voluntariado 2

ONU é uma das referências do trabalho voluntário no exterior

 

O voluntariado no exterior é uma modalidade de intercâmbio que apresenta todas as vantagens citadas acima e ainda agrega ao currículo profissional uma experiência de porte internacional e a oportunidade de aperfeiçoar ou aprender um idioma estrangeiro. Muitos não sabem, mas é possível candidatar-se para ser voluntário em vários eventos de grande porte ao redor do mundo, esportivos ou não, que só são realizados graças à ajuda de voluntários. Instituições internacionais de grande porte voltadas a causas sociais, como a ONU, possuem um ativo programa de voluntariado, e, em alguns casos, os voluntários recebem algum tipo de ajuda de custo para gastos básicos.

Além do ganho profissional, quem investe no voluntariado internacional leva em consideração a experiência pessoal envolvida no processo, já que muitos se dirigem a áreas menos favorecidas a fim de ajudar comunidades ou grupos em situação de risco, geralmente em países da Árica, Ásia e América Latina. Para estar apto a realizar trabalhos voluntários no exterior é necessário ser maior de 18 anos, ter conhecimento intermediário de inglês ou do idioma do país escolhido e estar disposto a comprometer-se com as atividades propostas dentro do período estipulado. Uma boa notícia para os interessados é que este tipo de intercâmbio costuma ter duração curta, geralmente de duas a quatro semanas, sendo mais fácil organizar as finanças para viver esta experiência única.

Para informar-se sobre trabalhos voluntários ou outras modalidades de trabalho no exterior, é só ficar atento às atualizações de sites especializadas, como a sessão Royal Holiday Empregos da página Royal Holiday Brasil, que permite que você se informe sobre vários destinos interessantes ao redor do mundo e sobre o mercado de trabalho ao mesmo tempo.

 

Winter Camp Suiça – Aqui vale a pena !!!

Postado por Dw Brazil em 26/set/2013 - Sem Comentários

TENHA AS MELHORES FÉRIAS DE SUA VIDA

DE 8 A 19 ANOS

Escolha quantas semanas desejar entre 7 de janeiro a 21 de fevereiro de 2014.

Monterosa II

    Ambiente seguro e localizado às margens do Lago de Genebra,

    30 minutos a 1 hora de viagem para os melhores resorts de ski.

Alojamento no campus ou em casa de família.

12 alunos por turma.

Idiomas: inglês ou francês.

20 aulas semanais, de segunda à sexta-feira.

Certificado.

MONTEROSA 5

- Excursões de esqui/snowboard para estâncias conhecidas como Verbier, Crans-Montana, Gstaad, Villars, Morgins, Les Crosets, etc.

- 4 períodos e 1 dia completo de excursão de esqui/snowboard por semana,

- Esportes e atividades de lazer: patinação no gelo, tobogã, museus, Visitas a cidades e lugares turísticos: Genebra, fábrica de chocolate.

Monterosa III

Sala de informática com acesso à internet, Wi-Fi e TV quarto

Alojamento em quarto duplo ou triplo (quarto de solteiro a pedido)

Jantar, almoço e café da manhã Buffet com menus fixos

Monterosa 4

Você conhecerá pessoas de sua idade de diversas partes do mundo.

monterosa 6

Os instrutores das atividades esportivas são altamente treinados e capacitados para ensinar aos alunos com total segurança

Monterosa

Venha fazer parte desse grupo em janeiro de 2014.

Será uma das mais espetaculares experiências que você já participou.

Monterosa 7

Além de treinar seu idioma você vai se divertir muuuuiiiito.

Monterosa 8

Aqui vale a pena !!!

AMAZONIA – Aqui vale a pena !!!

Postado por Dw Brazil em 21/set/2013 - Sem Comentários

(mais…)

O BOM MOMENTO DO TURISMO NO BRASIL

Postado por Dw Brazil em 18/set/2013 - Sem Comentários

O cenário atual do turismo nacional é o melhor possível, e não se trata de estimativas ou previsões futuras positivas, mas sim de fatos que ilustram uma realidade cujos efeitos já se fazem presentes: o turismo no Brasil vive seu melhor momento. Os números não nos deixam mentir e a tendência é melhorar.

Turismo interno

VISTA AEROPORTO RJ

Vista do Aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro

 

Para começar, o brasileiro nunca esteve tão interessado em conhecer o Brasil como atualmente. Uma pesquisa feita pelo Ministério do Turismo no início deste ano sobre intenção de viagem revelou que entre os brasileiros que pretendem viajar em 2013, 68,7% visitará outras cidades brasileiras, contra apenas 23,3% que afirmaram ter intenção de visitar outros países. Como a pesquisa foi feita em janeiro, conclui-se que estes resultados não foram influenciados pela alta recente do dólar, refletindo o aquecimento do mercado interno de turismo.

Apesar de a maioria optar por conhecer destinos nacionais, o meio de transporte mais recorrente é o avião, escolha apontada por 53% dos entrevistados, enquanto 26,8% afirmaram que irão de carro. Isso se deve às facilidades atuais para voar no Brasil muito em função da maior concorrência neste mercado em relação a décadas anteriores, que favoreceu a baixa dos preços da passagem aérea e mudou o perfil do consumidor deste nicho. Como consequência, o setor foi obrigado a amadurecer para atender a esta nova demanda, fortalecendo este nicho do mercado turístico.

Brasil: rota internacional

estadio de futebol

Cerimônia de abertura da Copa das Confederações em Brasília

 

E não é só o brasileiro que quer conhecer mais o Brasil, há gente de todo o mundo vindo para cá. A atual estabilidade da economia nacional em face à crise de grandes potências fortaleceu a imagem do país no exterior e atraiu ainda mais o interesse de visitantes e investidores internacionais. Para completar, a boa imagem externa do país tem movimentado o cenário nacional de grandes eventos.

Uma pesquisa recente realizada pela Fundação Getúlio Vargas revelou que nos últimos oito anos o número de eventos internacionais realizados no Brasil aumentou de 28 para 360, gerando lucros para os mais diversos segmentos do setor turístico. Os eventos internacionais sediados aumentaram não só em número, mas também em tamanho e importância. Em 2012 o Brasil sediou o Rio +20 e este ano a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude, todos eventos de grande porte e importância.

Os próximos grandes eventos são a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016, sendo que o país está concorrendo para sediar a Expo em 2020, para continuar consolidando seu nome entre os principais destinos de eventos internacionais no mundo.

Bom momento para investir

Com o turismo interno e internacional aquecidos no Brasil, este é um excelente momento para investir neste mercado, seja especializando-se ou através de recolocação profissional. O momento é bom principalmente porque o mercado padece de mão de obra especializada, já que o relativamente rápido crescimento – especialmente no que tange ao aumento da demanda internacional – não foi acompanhado pela profissionalização dos profissionais.

Muitos já começaram a se especializar e muitos outros devem seguir o mesmo caminho para preparar-se principalmente para a Copa do Mundo e Olimpíada, que certamente demandarão grande quantidade de mão de obra e exigirão qualificação profissional. De todo modo, o momento é próspero para o turismo e quem investir certamente terá um bom retorno.

Canadá oferece até 50% de desconto em pacotes para atrair brasileiros

Postado por em 17/ago/2013 - Sem Comentários

Canadá oferece até 50% de desconto em pacotes para atrair brasileiros
JOÃO BATISTA NATALI

O Canadá teria boas razões para se sentir melindrado com os turistas brasileiros. Embora os visitantes tenham aumentado em mais de 50% em oito anos, para cada 71 brasileiros que viajam para fora da América do Sul (5,6 milhões, em 2011), apenas um desembarca em solo canadense.
Para atrair mais brasileiros, a CTC (Comissão Canadense de Turismo), braço do governo, organiza pela primeira vez por aqui a promoção “Canadá Liquida”. Quem comprar pacotes das operadoras até o dia 30 deste mês poderá encontrar descontos de 50%.
 ‘Masp’ ampliado de Montréal tem Tintoretto e Rembrandt
 Montréal tem um restaurante a cada 557 pessoas
Com a promoção, o órgão quer provar que o fato de o Canadá não possuir cidades cartões-postais, com símbolos como a torre Eiffel parisiense ou a estátua da Liberdade nova-iorquina, não faz dele um país menos interessante.
As opções por lá são inúmeras, e o turista não fica sem ter o que fazer. Em Montréal, os passeios vão de compras a museus. Em Banff, na Província de Alberta, as coníferas formam paisagens exuberantes.
Tudo isso em um país com boa infraestrutura turística. Come-se bem a preços menores que no Brasil. Também em Montréal, uma refeição criada por um chef renomado pode sair a US$ 27 (cerca de R$ 60).
Além disso, promovendo o destino, o governo tem por objetivo desmistificar a imagem que o brasileiro tem do frio canadense, mostrando que o país não é todo gelado. Nem no ano inteiro –no verão (junho a setembro), as temperaturas por lá chegam a 30°C.

Você sabe o que é Hundertwasserhaus?

Postado por admin em 16/ago/2013 - Sem Comentários

Hundertwasserhaus é um conjunto de apartamentos em Viena que foi elaborado pelo arquiteto e pintor Friedensreich Hundertwasser. Com desenho nada usual, cores vibrantes e detalhes surreais como tetos com arbustos e árvores saindo de dentro das residências. Um remédio contra a monotonia arquitetônica!